CRECI/DF alerta sobre comercialização de imóveis em APPs | CRECI/DF
Banner topo

Brasília, 19/10/2018

CRECI/DF alerta sobre comercialização de imóveis em APPs

DA REDAÇÃO DO CRECI/DF

Aplicativos mobile são cada vez mais comuns e estão em todos os segmentos comerciais. Atingem desde dicas de beleza até a área de saúde. Agora, chegou ao mercado imobiliário, mas especialistas alertam quanto à segurança em realizar transações imobiliárias de forma virtual e lembram que a compra, venda ou aluguel de imóveis deve ter auxílio do Corretor imobiliário, profissional apto a exercer a atividade. Caso contrário, a realização do sonho pode virar um grande problema e uma solução momentânea pode custar caro para os envolvidos nos negócios.

Conforme descrito no art. 3º da Lei n. 6.530/78, compete somente ao Corretor de Imóveis, pessoa física ou jurídica, devidamente inscrito no CRECI, a exercer a intermediação imobiliária de compra, venda, permuta e locação de imóveis, bem como opinar quanto à comercialização imobiliária. “É de extrema importância a contratação de um Corretor de Imóveis durante as transações. Somente o Corretor pode responder legalmente por este processo, ainda não há leis que obrigam aplicativos a se responsabilizarem por problemas que podem surgir durante uma transação imobiliária”, afirmou a assessora jurídica da Superintendência do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 8ª Região (CRECI/DF), Doutora Renata dos Santos Silva.

Alguns aplicativos incitam o cliente a não contratar um profissional, fazendo alusão de economia em torno de 6%, cobrados de honorários pelos Corretores. Porém, o Conselho ressalta que esta é uma economia que não vale a pena. “Somente o Corretor de Imóveis garante a segurança na transação imobiliária. O profissional é responsável por atender os interessados, defende-los dos especuladores e possíveis estelionatários, garantindo a segurança nas visitas ao imóvel”, afirmou o presidente do CRECI/DF, Hermes Alcântara.

O presidente acrescentou que os valores cobrados estão de acordo com a legislação que regulamenta o exercício legal da profissão, e reitera que os profissionais registrados nos CRECIs passam por cursos de capacitação e treinamentos, o que dá base legal para atender os clientes e passar-lhes informações do setor e orientações jurídicas para que a transação (contrato) seja realizada sem quaisquer entraves. “Considerando que a comercialização é o contrato firmado entre as partes, entendo que pessoalmente seja a forma mais segura de realizar a transação imobiliária, pois o atendimento é feito por profissional capacitado, detentor de todas as informações para a conclusão do negócio.” finalizou Doutora Renata.

Neste mercado a negociação deve ser realizada com muito cuidado, pois em suma, envolve valores que foram economizados ao longo de uma vida de muito trabalho. Ao comprar, vender ou alugar contrate um Corretor de Imóveis sempre e tenha a certeza de que o seu dinheiro será bem empregado.

Em caso de dúvidas ou informações sobre o profissional Corretor de Imóveis ou exercício ilegal da profissão, ligue (61) 3321-1010. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira das 9 às 17h30min.

Abaixo listamos 10 vantagens que você tem ao contratar um profissional Corretor de Imóveis:

1 – CONHECIMENTO E EXPERIÊNCIA – O Corretor de Imóveis recebe cursos de capacitação para negociar imóveis sem prejuízos às partes.

2 – AVALIAÇÃO DO IMÓVEL – com o profissional do mercado imobiliário, o proprietário terá uma avaliação justa do imóvel. Com a experiência, na qual tem adquirido, ele pode lidar com os pontos fortes e pontos fracos do seu imóvel.

3 –NEGOCIAÇÃO DE VALORES – Um corretor funciona como um mediador da negociação, facilitando a conversa entre o proprietário e o promitente comprador.

4 – DOCUMENTAÇÃO E LEGISLAÇÃO IMOBILIÁRIA – estar em dia com a documentação é primordial na compra e venda de imóveis e o profissional fica responsável por adquirir quaisquer tipos de documentos necessários para a transação. Estar com documentos corretos influencia também no valor final do imóvel.

5 – ANÚNCIO NAS MÍDIAS – o corretor ou imobiliárias ficam responsável por divulgar o imóvel em sites, jornais, mídias eletrônicas, sem custo ao proprietário.

6 – DISPONIBILIDADE DE ATENDIMENTO AOS INTERESSADOS – o Corretor fica disponível para atender aos interessados no imóvel, bem como levá-los para conhecer a propriedade que almejam.

7 – VISITAS AGENDADAS– os profissionais são responsáveis pelas visitas do promitente comprador. Por isso são elaborados planos com datas e horários para poupar o proprietário com perda tempo e custos com a demonstração do imóvel.

8 – RESPALDO JURÍDICO: A imobiliária e o corretor têm a responsabilidade de elaborar o Instrumento Particular de Compra e Venda, onde serão consignados de forma clara e detalhada os valores de venda e todas as condições e formas de pagamento acordadas entre as partes, bem como demais cláusulas legais a fim de manter o contrato juridicamente perfeito e permitir as garantias para ambas às partes.

9 – FINANCIAMENTO E UTILIZAÇÃO DE FGTS – O vendedor que não atua no mercado imobiliário não sabe analisar com exatidão os documentos necessários para financiamento. Muitas vezes na vontade de adquirir o imóvel, o comprador pode garantir que possui documentos que ainda estão em trâmite e sem garantia de obtenção, desperdiçando o tempo e outras oportunidades que o vendedor poderia ter. Sem falar em pré-contratos que, dependendo das cláusulas, podem “amarrar” os vendedores por um período longo e doloroso.

10 – Conclusão e pós-venda – Os profissionais têm a responsabilidade junto aos vendedores de administrar todo o processo até a liberação e o recebimento de todos os valores devidos pelos compradores.