Rentabilidade imobiliária do Distrito Federal | CRECI/DF
Banner Topo

Brasília, 28/01/2020

Rentabilidade imobiliária do Distrito Federal

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) informa que em novembro de 2019, o Índice de Rentabilidade Comercial apresentou seus maiores valores nas categorias de Loja em Vicente Pires de 1,29% e em Águas Claras de 0,79%, também nas Salas Comerciais na região de Águas Claras  com um percentual de 0,81% e Loja no Riacho Fundo de 0,87% a rentabilidade. Já os menores valores foram encontrados nas Lojas do Gama (0,33%), Sala Comercial em Samambaia (0,43%) e Sala Comercial no Setor Industrial (0,36%).

O Índice de Rentabilidade Residencial, por sua vez, apresentou seus maiores valores nas categorias  de Casa de 2 Dormitórios no Gama (1,35%), em Sobradinho (1,05%) e em Brasília (0,88%). Porém, os menores valores foram registrados  nos Apartamentos de 3 Dormitórios em Sobradinho (0,27%), Casas de 4 Dormitórios no Guará (0,31%) e Apartamentos de 4 Dormitórios em Águas Claras (0,35%). Diante do exposto, é possível notar que imóveis maiores e mais caros são os menos rentáveis. Isso pode ser explicado pelo fato de que a rentabilidade é afetada pela desproporcionalidade entre o aluguel e o valor de mercado dos imóveis.

O SECOVI/DF informa também  sobre a divulgação do Índice Secovi que é calculado a partir das quantidades e preços médios dos imóveis. O índice funciona como um indicador que analisa a variação mediana dos preços de imóveis no mercado para a comercialização e locação. 

A variação no Índice Secovi de Locação foi de -1,24% enquanto que o Índice Secovi de Comercialização variou -0,45% no mês de novembro de 2019. Essas quedas foram influenciadas pela redução da Taxa Selic e pela melhora do cenário econômico nacional, trazendo benefícios ao consumidor final a partir da redução geral dos preços dos imóveis.

Confira, em anexo, a íntegra do Boletim.