Imóveis e os riscos da internet | CRECI/DF
Anuidade 2019 – Banner Topo

Brasília, 17/12/2018

Imóveis e os riscos da internet

Há algum tempo tentamos nos adaptar aos inúmeros aparatos, “Oportunidades ou facilidades” apresentadas pela internet e redes sociais. Nesse verdadeiro turbilhão de informações estão no centro das atenções o comprador, o vendedor e o corretor. Desses personagens que atuam na oferta e procura de produtos imobiliários, indiscutivelmente o profissional corretor de imóveis está muito mais preparado a fazer filtros de busca e pesquisas de oportunidades realmente seguras, tanto do ponto de vista legal, bem como do comercial. Só que isso nem sempre é compreendido pelo comprador e pelo vendedor

Essa incompreensão se estende também a algumas poucas construtoras que pensam em ter menos custos financeiros nas transações imobiliárias evitando ou diminuindo os honorários pagos ao corretor ou a imobiliária. Podemos afirmar que isso são terríveis e desastrosos equívocos.

” Quando negócios são realizados sem a assessoria do corretor de imóveis ou de uma empresa imobiliária, com frequência observamos a origem de inúmeros desacordos comerciais e brigas judiciais entre proprietários e compradores que duram anos ou até décadas”.

Observarmos ainda com muita frequência notícias desagradáveis na imprensa local e nacional envolvendo os famosos e conhecidos “171”, que operam até mesmo de dentro dos presídios, ocasionando altos prejuízos financeiros a pessoas de boa fé que buscam a realização do sonho da casa própria, ou de pessoas que buscam investimentos que na prática deveriam ser seguros.

O mundo “difuso e confuso” da internet, quando mal usado por pessoas comuns ou não profissionais, reserva quase sempre surpresas desagradáveis. Já quando usamos a sensatez e o bom senso comercial, imediatamente buscamos a ajuda profissional. Corretores e imobiliárias, além de saberem das melhores oportunidades também asseguram a parte compradora a seleção das melhores ofertas. O bom profissional também antecede e busca se informar se o comprador realmente tem perfil para a compra de um determinado imóvel.

Aos proprietários vendedores desses imóveis o profissional corretor ou imobiliária asseguram ainda menores riscos, evitando cair nas mãos de golpistas, ladrões, assaltantes, ou até mesmo sequestradores que com frequência usam placas ou anúncios na internet para ter acesso ao interior dos imóveis e aos seus moradores. Bons profissionais oferecem ainda muito mais segurança jurídica na elaboração de contratos sem vícios, escolha do melhor agente financeiro para posterior financiamento, assessoria em cartórios, assessoria em órgãos públicos na busca por certidões que atestem a veracidade das informações prestadas pelas partes, etc.

Compradores ou vendedores, sendo eles particulares ou empresas construtoras, podem ainda contar com o auxílio e os serviços do CRECI e do COFECI que através da lei federal 6.530 tem como funções principais de fiscalizar imobiliárias e corretores, combater o exercício ilegal da profissão contribuindo assim com a proteção da sociedade que compra ou vende propriedades imobiliárias.

Concluo dizendo que, muito antes de buscar uma grande oportunidade, seja pela internet através das redes sociais, seja através de particulares ou de empresas construtoras, exija sempre a presença de um corretor de imóveis ou de uma empresa imobiliária, solicitando da empresa ou do profissional que apresente certidão de regularidade expedida pelo órgão fiscalizador, no caso, o CRECI-MT.

As construtoras, ficam aqui além das sugestões e instruções citadas no decorrer desse, recomendações para que sempre, sempre mesmo, ofereça ao seu cliente comprador a assessoria de empresas imobiliárias especializadas em vendas e que tenham em sua equipe de vendas profissionais sérios e comprometidos com a ética profissional, e que, acima de tudo, respeitem o regramento legal estabelecidos em leis e resoluções do sistema COFECI/CRECI.

Fonte: Portal Mídia News