Como valorizar um imóvel antes da venda? | CRECI/DF
Banner topo
Banner topo

Brasília, 19/02/2018

Como valorizar um imóvel antes da venda?

O mercado imobiliário é feito de segurança, rendimento e muita pechincha, afinal, todo comprador ou investidor tenta conseguir um preço atrativo na hora de buscar por imóveis à venda. Para conseguir barganhar, muitos se valem de defeitos e necessidades de reformas no imóvel, afirmando que a propriedade vale menos do que o valor que está sendo exigido. Por conta disso, saber como valorizar um imóvel antes da venda pode ser determinante no sucesso da transação.

Para evitar perder essa discussão e valorizar um imóvel antes da venda, algumas medidas simples podem ser tomadas. Com pouco investimento, você pode chegar a uma valorização de até 20% no valor do imóvel, o que pode indicar um retorno financeiro bastante atrativo.

Quer saber mais? Confira agora nossas dicas de como fazer valer o preço da sua propriedade!

Opte por cores neutras

Antes de anunciar seu imóvel para a venda em um classificado de imóveis, reveja as cores da sua decoração, das paredes e do piso. Um imóvel com características muito personalizadas pode afugentar aqueles que não compactuam com o mesmo gosto que o seu. Para evitar esse tipo de problema e atrair mais interessados, o ideal é que você opte por cores neutras, como branco, bege, cinza, entre outros tons que tornam a decoração flexível.

Cores claras e fáceis de combinar ajudam o comprador a se visualizar utilizando o imóvel, e esse sentimento de identificação com a propriedade é um dos determinantes na hora da decisão pela compra.

Outra vantagem dos tons claros é que eles favorecem cômodos mais compactos, criando a sensação de amplitude e valorizando a propriedade. Cores fortes podem “apertar” o ambiente e fazê-lo parece menor, portanto, quanto menor for a metragem, menos aconselhável é o uso pintura escura.

Uma pintura nova nesses tons também confere limpeza e passam a imagem de imóvel arejado. É importante lembrar que cores claras ajudam a luz natural a ser refletida e isso contribui com a economia de energia elétrica.

Deixe as contas e a documentação em dia

Ninguém quer adquirir uma propriedade com documentações pendentes ou amarras judiciais, não é verdade? Por isso, na hora de colocar seu imóvel à venda, valha-se do argumento de que não existem pendências burocráticas e financeiras apazes de incomodar o comprador.

Certifique-se de que todos os carnês do IPTU estão em dia, de que o condomínio está em dia, de que as contas de água e luz estão pagas e de que não existem pendências judiciais. A venda de um imóvel já é burocrática por si só, portanto, quanto mais você facilitar esse processo para o seu comprador, mais fácil a negociação vai ser concretizada.

Cuidar desses detalhes não são medidas que beneficiam somente o comprador, mas também o vendedor, que certamente vai acelerar o processo de venda e de transmissão de propriedade.

Cuide da fachada

Não adianta ter uma casa impecável por dentro se a fachada não estiver de acordo. Se quiser vender seu imóvel por um preço próximo ao da avaliação, procure dar uma atenção especial à frente de casa.

Fique atento a manchas de infiltração e a pinturas descascadas. Outro detalhe que pode comprometer a imagem do imóvel são janelas ou venezianas com falhas no verniz ou nas estruturas de madeira da parte externa.

Telhas gastas também podem somente ter sofrido a ação da luz solar excessiva, mas causam péssimas impressões. Por isso, providencie a pintura ou a troca de peças quebradas. Uma simples repaginada pode ser capaz de fazer milagres na imagem da sua propriedade!

Se sua casa tem quintal ou jardim frontal, aparece o gramado e evite que a desatenção transforme seu imóvel em uma casa com ares de abandonada e tomada por matagal.

Repare pequenos danos

  • Quando um interessado em comprar um imóvel visita uma propriedade que claramente passou por uma manutenção preventiva constante, fica mais fácil assegurar que não serão necessários grandes reparos no futuro.
  • Cuide para que não haja vidros quebrados, lascas no piso, pintura descascada ou sinais de infiltração. Outro cuidado que merece atenção são maçanetas e fechaduras que apresentam problemas, já que isso implica em gastos por parte do comprador e que serão exigidos compensações no preço.
  • Comprar uma casa sem pequenos problemas e defeitos podem ajudar o interessado no imóvel a se decidir pela compra, já que não existe a previsão de gastos com problemas causados pelos antigos moradores.

Cuide da parte elétrica e hidráulica

  • Compradores de imóveis, principalmente os mais habituados a avaliarem as propriedades antes da compra, sabem quais detalhes devem observar para ver se a as partes hidráulica e elétrica estão em bom estado.
  • Essas partes das estruturas das casas costumam custar muito quando precisam de reparos, por isso, qualquer problema relacionado a elas pode fazer alguém desistir da compra ou a fazer uma contraproposta com valor muito aquém do que foi pedido por você.
  • Certifique-se de cuidar de problemas de vazamento e contrate um eletricista de confiança para cuidar da caixa de luz, por exemplo. Fiações muito antigas podem precisar ser trocadas e alguns canos podem precisar de reparos, portanto, evite ser questionado a respeito de problemas não mencionados no anúncio. Situações como essas geram desconfiança e podem desvalorizar seu imóvel consideravelmente.

Tire boas fotos

  • Por fim, de nada adianta você cuidar de todos os detalhes do seu imóvel se não houver atenção especial às imagens divulgadas no anúncio. Hoje em dia, quem procura por casas ou apartamentos à venda recorre primeiramente à internet para decidir quais propriedades desejam visitar e continuar no seu processo de seleção. Nessa hora, contar com imagens favoráveis é essencial.
  • Fique atento para que todos os ângulos dos cômodos sejam contemplados. Isso ajuda o comprador a visualizar o imóvel com mais facilidade.
  • É importante que os cômodos estejam perfeitamente arrumados, caso você esteja disponibilizando o imóvel mobiliado. Imagens que mostram a casa com bagunça, cama desfeita e objetos pessoais em excesso podem dar uma péssima impressão ao comprador.
  • Procure registrar os detalhes que você acredita que favorecem o imóvel, como acabamentos modernos, móveis planejados e outros detalhes que podem entusiasmar o comprador.
  • Aproveite, também, para utilizar a luz natural nos ambientes antes das fotos. A luz solar favorece a visualização das imagens e ainda passam a imagem de cômodos arejados e bem iluminados.
  • Se for possível, contrate um fotógrafo com experiência no mercado imobiliário. Ele poderá fazer esse serviço em muito menos tempo que um amador e ainda vai se atentar aos detalhes comumente registrados na hora de vender um imóvel. Em geral, imobiliárias garantem esse tipo de serviço no contrato quando incluem seu imóvel na carteira de imóveis, portanto, use esse benefício e faça uma venda muito mais rápida.
  • Vender um imóvel valorizado pode fazer toda a diferença nos seus rendimentos, no seu planejamento financeiro e na velocidade da sua negociação, portanto, cuide desses detalhes e evite cair nas armadilhas dos compradores mais experientes.
  • Você já sabe como valorizar um imóvel antes da venda e garantir um valor condizente ao que ele representa no mercado imobiliário? Conhece investidores e corretores que precisam saber mais sobre esse assunto? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais e ajude outras pessoas!

Fonte: Portal N10