Guará comemora 49 anos com programação festiva em maio | CRECI/DF
Banner topo

Brasília, 23/07/2018

Guará comemora 49 anos com programação festiva em maio

Guará completa 49 anos no sábado (5). Para comemorar, estão previstas ações de lazer, cidadania, arte e saúde para a comunidade durante todo o mês de maio.

O destaque vai para o tradicional desfile cívico-militar, na sexta-feira (4), das 8 horas ao meio-dia, em frente à Administração Regional do Guará. O evento tem o envolvimento de estudantes da rede pública de ensino, grupos comunitários e representantes das forças de segurança. Haverá, ainda, corte do bolo de aniversário.

programação do aniversário de 49 anos do Guará

Com 132.685 habitantes, a cidade carrega no nome a homenagem ao lobo-guará, chamado por alguns pesquisadores de “o guardião do Cerrado”. Guará deriva de uma palavra do idioma tupi que significa “vermelho” e faz alusão à pelagem avermelhada do animal.

De acordo com dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) de 2015, feita pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), são mais de 46 mil domicílios urbanos na região.

Ainda conforme o documento, quase todas as ruas são asfaltadas e têm iluminação pública, calçadas, meios-fios e rede de águas pluviais. A coleta seletiva do lixo, por sua vez, é expressiva.

Biblioteca Pública do Guará atende população há 28 anos

A região administrativa conta com uma biblioteca pública que está ativa há 28 anos. O acervo é de cerca de 8 mil livros.

Ela é aberta de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. A sala de estudos funciona nos dias úteis, das 8 às 22 horas e, aos sábados, das 8 às 18 horas.

O local terá troca de livros entre os cidadãos durante todo o mês de maio para marcar o aniversário.

Guará tem três parques ecológicos

A região tem três parques: o Parque Ecológico Ezechias Heringer, o Parque Ecológico e Vivencial Bosque dos Eucaliptos e o Parque Vivencial Denner, todos com infraestrutura.

O Ezechias Heringer, por exemplo, ocupa 306,44 hectares e está dentro da Unidade de Conservação APA (Área de Proteção Ambiental) do Planalto Central. Ele dispõe de área para a prática de esportes individuais e coletivos, quadras poliesportivas, quadra de vôlei de areia e ponto de encontro comunitário (PEC).

Esse parque passou até por um processo de retirada de ocupações irregulares no ano passado. Espécies endêmicas da fauna, como o peixe pirá-brasília, e da flora, como as micro-orquídeas, estão ameaçadas pela invasão do espaço.

Fonte: Agência Brasília