CRECI/DF realiza o 2º Encontro de Peritos Judiciais do Mercado Imobiliário do DF | CRECI/DF
Banner topo

Brasília, 20/11/2018

CRECI/DF realiza o 2º Encontro de Peritos Judiciais do Mercado Imobiliário do DF

DA REDAÇÃO CRECI/DF

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 8ª Região (CRECI/DF) realizou na noite desta segunda-feira (25), o 2º Encontro de Peritos Judicias do Mercado Imobiliário do Distrito Federal. O objetivo foi discutir o modelo das perícias judiciais bem como garantir mais informações acerca do assunto aos Corretores.

“É importante mostrar aos profissionais os diversos mercados em que eles podem atuar, a Justiça é um ótimo setor e cada vez mais precisa de profissionais qualificados, por isso buscar informações em palestras e cursos é primordial a quem deseja realizar perícias nos diversos tribunais de Brasília”, afirmou o presidente do CRECI/DF, Hermes Alcântara.

Participaram da mesa os Corretores de Imóveis: ARMIN REINEHR NETO (8912); JÚLIO CÉSAR DELAMÔRA (7798) e DIVINO JUIRLEY DA COSTA MACHADO (4497). Ambos com vasta experiência no mercado imobiliário e também com perícias judiciais.

O evento aconteceu de forma dinâmica, com a participação dos profissionais. Destacamos aqui três perguntas, que foram prontamente respondidas pela mesa.

01 – Se durante uma perícia, as partes entram em acordo, como fica meu trabalho, irei receber por isso?

Resposta: Sim. Antes de você ser nomeado pelo Juiz, é realizado um depósito em dinheiro referente aos seus honorários, se as partes envolvidas desistirem da ação, fica a cargo do juiz o resgate do valor depositado para efetuar o seu pagamento. Não é preciso nem que você tenha terminado de realizar o laudo, mas que você vai receber pelo trabalho, é certo.

02 – Realizei o curso, fiz inscrição no TJDFT e fui chamado apenas uma vez e não mais, o que devo fazer?

Resposta: O Corretor deve provocar o Tribunal, não apenas ficar esperando. É preciso ir às Varas Judiciais, se identificar como Corretor e Perito, pedir nomeação, se mostrar proativo.

Uma dica é pedir nomeação para perícias da justiça gratuita, ao fazer um trabalho bem feito, com certeza o juiz irá lembrar-se de você para realização de outros trabalhos. A justiça é gratuita, mas ao fazer um laudo para essa ação, você recebe um valor, não é tão alto, mas servirá para pagar as despesas que você teve com o trabalho.

03 – Fico constrangido em errar algum dado e ser responsabilizado judicialmente por isso. Este medo é válido?

Resposta: Em termos,  ao fazer um laudo judicial é preciso ter todo o cuidado, há pelo menos duas famílias ou dois lados que dependem do seu trabalho. Porém os valores sempre serão diferentes, por isso não é preciso ficar com receio de colocar os valores. Os dados comerciais serão definidos com base no seu conhecimento, na sua metodologia e na sua visão de mercado.

 

Os demais questionamentos e todo o evento pode ser assistido na nossa página do Facebook (fb.com/crecidf) ou clique aqui  para ser direcionado.

 

Clique aqui para acessar a galeria de fotos do evento